expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

ECIL RUMO AOS 100 ANOS

Tubinho o Rei do Riso

Tubinho o Rei do Riso
Clique na Imagem

Venda aqui seu imóvel.Milhares de pessoas passam por aqui diariamente! Clique e encontre seu imóvel

Serralheria

Serralheria

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Homem embriagado bate moto contra carro, foge e é preso pela Polícia Militar

Foto: Divulgação / Polícia Militar
Um homem foi preso pela Polícia Militar por conduzir embriagado uma motocicleta. Pouco antes do flagrante, o indivíduo, que trazia  à garupa sua mulher grávida de seis meses, havia batido contra a traseira de um carro em frente à agência dos Correios e fugido do local.


Segundo os Soldados Cibele e Pires que estavam em patrulhamento de rotina pelo centro da cidade, às 13h20min desta terça-feira (06), foi avistada uma motocicleta na rotatória junto à praça da Bandeira, na qual o condutor estava com o capacete na testa. Foi dado sinal de parada, mas, o homem prosseguiu por alguns metros, até que parou na rua Tenente Procópio tenório. Ao ser abordado os policiais perceberam que Flávio José da Silva (foto), 30 anos, estava com um grave ferimento em um dos dedos de sua mão direita e apresentava visíveis sinais de embriaguez. Neste instante o Guarda Municipal Santos e o Agente de Trânsito Eduardo chegaram ao local, dizendo que poucos antes Flávio havia se envolvido em um acidente e fugido.

De acordo com as testemunhas, Flávio descia a rua General Valdomiro de Lima com uma moto Yamaha YBR-125K preta, com sua mulher na garupa e não percebeu que o trânsito estava parado, vindo a bater contra a traseira de um Fiat Palio 2006 prata. Uma outra moto teria ainda sido atingida e caiu sobre a mulher grávida. Flávio sofreu um corte em um dos dedos e foi socorrido pela equipe do SAMU juntamente com sua companheira. Ambos foram a tendidos, posteriormente liberados e ele levado à Delegacia de Polícia. Flávio que já possui duas condenações por roubo e havia saído da cadeia em fevereiro, foi submetido ao teste do bafômetro que acusou 1,45 miligramas de álcool por litro de ar alveolar (pulmões), índice quase cinco vezes acima do mínimo determinante para a prisão de um condutor de veículo automotor. 

Por determinação do Delegado de Polícia Dr. José Chaves de Mello, foi arbitrada fiança de R$ 700 a qual não foi paga e ele transferido para a cadeia transitória de São Roque. A motocicleta estava com o lacre da placa rompido, pneus carecas, licenciamento vencido e foi apreendida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário