expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!
Prestigiar o comércio local é valorizar a si mesmo

Santa Rosa

Casa de Rações NASKASA

Casa de Rações  NASKASA

ALPHA TRANSITO - Recursos de Multas

Nossa Ótica

Nossa Ótica
Qualidade sempre!

Clinica Stima

Clinica Stima

JET MOTORS - LIFAN

JET MOTORS - LIFAN
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) será entregue no dia 10 de maio

O antigo prédio da saúde à rua Benjamin Constant foi
totalmente reformulado para receber o CAPS II
Foto: Assessoria de Comunicação - Prefeitura de Piedade
As obras da sede do Centro de Atenção Psicossocial II (CAPS) estão em fase final e a data de inauguração está marcada para o próximo dia 10, às 16 horas, na Rua Benjamim Constant, 35. O investimento total foi de R$ 613.968,70 e contrapartida do município de R$ 172.009,77.

Segundo informações da Secretaria de Saúde, a reforma teve início em agosto do ano passado e foi providenciada pela necessidade da adequação da rede de atenção psicossocial do Município, incluindo o serviço de residência terapêutica e leitos hospitalares. 

O CAPS presta serviço de atenção psicossocial a pacientes com transtornos mentais e necessidades decorrentes do uso de álcool e outras substâncias ilícitas. O equipamento integra a Política Nacional de Saúde Mental. A prefeita de Piedade, Maria Vicentina Godinho Pereira da Silva (PSD) afirma que esta é uma demanda necessária para ampliar a rede municipal de atenção à saúde mental: “O CAPS dispõe de uma equipe multiprofissional e representa um grande avanço para Piedade no tratamento dos dependentes de álcool e drogas. Este é mais um compromisso concretizado pela administração municipal”, aponta Vicentina.

O local contará com três consultórios, duas salas de atividade, sala de enfermagem, sala de espera, sala de reunião, sala de convivência, banheiros e outros espaços. “A intenção é priorizar os atendimentos em saúde mental para as pessoas em intenso sofrimento decorrente de transtornos graves e outras situações clínicas que impossibilitem de estabelecer laços sociais”, explica Marli Rodrigues de Oliveira Raymundo, secretária de saúde.

Por: Assessoria de Comunicação - Prefeitura de Piedade

Nenhum comentário:

Postar um comentário