expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!
Prestigiar o comércio local é valorizar a si mesmo

Santa Rosa

Casa de Rações NASKASA

Casa de Rações  NASKASA

ALPHA TRANSITO - Recursos de Multas

Nossa Ótica

Nossa Ótica
Qualidade sempre!

Clinica Stima

Clinica Stima

JET MOTORS - LIFAN

JET MOTORS - LIFAN
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Adolescente de 13 anos detido com 18 porções de cocaína e crack

Porções de cocaína e crack
apreendidas com o
menor de idade
Foto: Bom Dia Piedade
Um garoto de apenas 13 anos de idade foi apreendido pela Polícia Militar com 18 porções de drogas, num bosque na região central da cidade. O menor alegou que estava apenas brincando de estilingue no local. Outros suspeitos fugiram.

O flagrante do ato infracional de tráfico de drogas se deu por volta das 9h30min desta quinta-feira (4). A Polícia Militar recebeu denúncias de que haveria uma movimentação de pessoas suspeitas num bosque junto à rua Chosako Nishimura (travessa da rua 21 de Abril). Segundo as autoridades policiais o lugar é usado como ponto de venda de entorpecentes. O Cabo Gianon e os Soldados Campestrini e Almeida seguiram ao local, porém, ao se aproximarem, um grupo de pessoas saiu correndo e conseguiu escapar.

Um adolescente de 13 anos foi abordado. Ao ser revistado foram localizadas nove porções cocaína e nove pedras de crack no bolso de sua blusa de moleton. O menor de idade alegou que era usuário de maconha, e teria dito aos policiais militares que estava vendendo os entorpecentes, já na Delegacia de Polícia, confirmou que fuma maconha, mas, negou que estivesse traficando, que as drogas encontradas com ele não eram suas e que estava no bosque apenas brincando com estilingue.

Após apresentação da ocorrência junto à Polícia Civil o menor foi entregue à responsabilidade de sua mãe. A droga apreendida será periciada.

2 comentários:

  1. começando cedo,ai se faz de inocente e acaba em pizza um grande incentivo para fazer de novo ( palmas e mais palmas )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora vai depender dos pais. Se eles acharem que esta tudo numa boa, que visitar filho na cadeia é normal, que cuidar de filho inválido porque levou um balaço do traficante rival também é normal ou que cemitério é para os jovens, aí será mesmo um grande incentivo.

      Excluir