expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!
Prestigiar o comércio local é valorizar a si mesmo

Santa Rosa

Casa de Rações NASKASA

Casa de Rações  NASKASA

ALPHA TRANSITO - Recursos de Multas

Nossa Ótica

Nossa Ótica
Qualidade sempre!

Clinica Stima

Clinica Stima

Lifan X60

Lifan X60
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR

domingo, 4 de setembro de 2016

RESOLVIDO - Garoto de 11 anos está há 15 dias sem comer por causa de um gato branco

Gato parecido com aquele que a criança sonha em ter
como seu animal de estimação
Foto: Google imagens
Mais uma vez a rede de solidariedade formada pelos amigos do Blog Bom Dia Piedade resolveu um pequeno drama familiar. Uma leitora soube pela nossa página da depressão vivida pelo menino de 11 anos de idade e resolveu doar um dos gatinhos da raça angorá da ninhada que deverá nascer daqui a cerca de uma semana. 

A criança viu a foto da mãe e aceitou esperar pelo bichinho desestimação, mesmo que este não tenha a pelagem branca, como o animal que cativou o menino. Agradecemos enormemente aos milhares de internautas que se sensibilizaram com o problema vivido por esta família.


(Abaixo o texto original publicado em 4 de setembro)

Pedimos a colaboração aos amigos internautas para tentar resolver uma situação que vem trazendo enorme preocupação para uma família piedadense. Um menino de 11 anos de idade está há 15 dias de cama, não quer comer, não quer falar com ninguém, por um único motivo: ele quer ganhar um gato de pelo longo branco, similar à raça angorá ou persa.


Não informaremos detalhes desta família para não expô-los, mas, o caso é realmente um tanto fora do comum, dentre as solicitações que encaminhamos a vocês leitores. A pouco mais de duas semanas o garoto viu um gato de pelo longo branco, tirou uma foto do animal em seu celular e desde então ficou obcecado olhando para aquela imagem e só fala em ter um gato igual àquele.

Pede-se então a quem tenha um animal com estas características para que, sensibilizado com o caso, possa vir a doar um gato para a criança. Se isto não foi possível e, apesar de não ter muitas posses, os familiares se propõe a comprar um gato angorá ou persa branco (pelo longo) para dar ao garoto e assim tentar terminar com a prolongada depressão que tomou conta do menino.

Quem puder ajudar pedimos que entre em contato com Adilson pelo telefone (15) 99628.5202. Desde já agradecemos enormemente a todos que puderem contribuir para resolver esta questão. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário