expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Anhanguera

Anhanguera
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!
Prestigiar o comércio local é valorizar a si mesmo

Santa Rosa

Casa de Rações NASKASA

Casa de Rações  NASKASA

ALPHA TRANSITO - Recursos de Multas

Nossa Ótica

Nossa Ótica
Qualidade sempre!

Clinica Stima

Clinica Stima

Lifan X60

Lifan X60
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR

domingo, 6 de novembro de 2016

Indivíduo detido pela GcM caçando pássaros em praça no Parque da Torre

Três sabias-laranjeira são mantidos
em gaiolas na casa do indiciado
Foto: GCM
Nove pássaros foram apreendidos com um homem de 26 anos de idade que foi flagrado tentando caçar aves silvestres, na praça do Parque da Torre, no início da manhã deste domingo (6).

Às 6h50min a Guarda Civil Municipal (GCM) recebeu informação de que um homem estaria caçando pássaros na pista de skate da Praça Giorgio Musizzano, Parque da Torre. Os agentes GCMs Santos e Vidal seguiram para o local e lá flagraram o indivíduo de 36 anos de idade que mantinha uma gaiola com um canário da terra ao lado de um alçapão para capturar a outro pássaro.
Canário da terra era usado como
chamariz para atrair outra aves
Foto: GCM

Alertado sobre a prática ilícita, o suspeito admitiu que mantinha outras aves silvestres em sua residência, no centro da cidade. Os GCMs apreenderam a gaiola com o canário, o alçapão e seguiram para a casa do caçador. Na moradia do averiguado havia outras gaiolas com oito pássaros: três sabiás laranjeiras (ave símbolo do Brasil), três canários  belgas, dois pixarros. 

As gaiolas com as aves foram apreendidas e juntamente com o caçador levados  à Delegacia de Polícia onde o indivíduo foi indiciado por crime ambiental e depois liberado. 

Três canários belgas em gaiolas
Foto: GCM
Segundo as autoridades responsáveis pela ocorrência, devido à impossibilidade de contato com a Polícia Militar Ambiental, e diante da impossibilidade de manter os pássaros em local apropriado, as aves apreendidas foram entregues ao indivíduo que já as mantinha engaioladas, porém,   na condição de fiel depositário dos pássaros, até que sejam tomadas as devidas procidências para que as aves sejam encaminhadas para um local apropriado a elas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário