expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!
Prestigiar o comércio local é valorizar a si mesmo

MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

Casa de Rações NASKASA

Casa de Rações  NASKASA
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

RESIDENCIAL MAENO - PRONTO PARA RECEBER VOCÊ E SUA FAMÍLIA!

O que sempre foi bom fica melhor ainda no Feirão Jet Motors.

O que sempre foi bom fica melhor ainda no Feirão Jet Motors.
IMPERDÍVEL!

Nossa Ótica

Nossa Ótica
Qualidade sempre!

Dentista

Dentista

sábado, 19 de novembro de 2016

Polícia Rodoviária flagra ajudante caminhando pela SP-79 com ferramentas furtadas


Lixadeira e serra mármore
recuperadas pela Polícia
Rodoviária
Foto: PMR
Numa ação de persistência e de apurado tirocínio, Policiais Rodoviários prenderam um homem que havia furtado ferramentas elétricas da propriedade onde trabalhou até a poucos dias. O indivíduo justificou seu ato como uma maneira de receber pelos salários devidos pelo ex-patrão.


Na noite desta sexta-feira (18), por volta da 23 horas, os Policiais Rodoviários Cabo Márcio e Soldado Gomes faziam patrulhamento pela rodovia SP-79, ao passarem pelo quilômetro 126 viram um indivíduo caminhando pelo acostamento, suspeitaram e o abordaram. Efetuada revista pessoal e pesquisa da situação do ajudante de 34 anos de idade perante a justiça, não havia nada contra ele, o liberaram e seguiram adiante.

Contudo, a suspeita em relação àquele homem perdurava, com isto após rodarem por um breve tempo os policiais retornaram e flagraram o indivíduo carregando uma lixadeira e uma serra para mármore. O ajudante alegou que na última quarta-feira tinha sido dispensado de uma propriedade rural situada nas proximidades e que seu patrão não havia pago os valores a que teria direito, que teria salário atrasados para receber e por isso, decidiu pegar as ferramentas.

O ex-patrão foi contatado e confirmou que o suspeito tinha trabalhado para ele, que não havia salário atrasado, que teria como comprovar e quanto aos valores referentes à demissão do trabalhador, estava aguardando providenciando o cálculo dos valores rescisórios e demais direitos do ex-funcionário e que faria o pagamento na próxima semana. 

O Delegado de Polícia Dr. Oscar Garcia Júnior entendeu injustificada a atitude do suspeito, determinou que fosse indiciado por furto, arbitrou fiança , a qual não foi paga e o ajudante transferido pela Polícia Civil para uma unidade prisional da região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário