expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!
Prestigiar o comércio local é valorizar a si mesmo

MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

Casa de Rações NASKASA

Casa de Rações  NASKASA
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

RESIDENCIAL MAENO - PRONTO PARA RECEBER VOCÊ E SUA FAMÍLIA!

Na JET MOTORS você tem a certeza do melhor negócio!

Na JET MOTORS você tem a certeza do melhor negócio!
Consulte também os planos de consórcio

ALPHA TRANSITO - Recursos de Multas

Nossa Ótica

Nossa Ótica
Qualidade sempre!

sábado, 31 de dezembro de 2016

Uma virada em nossas atitudes e ações para um mundo efetivamente melhor

Por André Gomes - Novamente passagem de ano. A virada do calendário. Renovados os votos de saúde, paz. harmonia, prosperidade, amor, fraternidade, etc... Os anseios, desejos e planos não realizados no ano que se finda também são renovados, recalculados, reprogramados.


Aquelas tradicionais promessas de final de ano também fazem enorme sucesso neste período: para de fumar, emagrecer, ter uma vida mais saudável, estar mais próximo de minha família, de meus amigos e por aí vai.

Uma questão que até hoje não percebi, não ouvi alguém falar, dizer que vai mudar de postura perante ao mundo e para si mesmo. Sim. Uma resolução tácita: Vou procurar ser mais consciente do meu papel na sociedade em que vivo: buscar ajudar de alguma maneira a comunidade a que faço parte; ser verdadeiramente atuante na vida daqueles que mais precisam; ao invés de realizar uma campanha por ano para ajudar uma entidade beneficente, vou procurar frequentar o asilo, o orfanato, ou qualquer outra associação que cuide da vida de quem precisa de um amparo mais efetivo. 

Este recado serve também para quem o escreve. Digo isto para que aqueles que estejam esboçando uma crítica saibam que trata-se - de certa maneira - de uma auto-crítica. Aliás. outro ponto que devemos estar atentos. Sabemos criticar, mas, será que agimos com total correção em nosso cotidiano. Respeitamos integralmente às leis, normas e regulamentos,os quais existem para que a vida em grupo se torne organizada e para que o espaço alheio seja respeitado?

Qual de nós pode dizer com total sinceridade, segurança e certeza que não ultrapassa a linha divisória que limita nossa liberdade em respeito ao direito alheiro. O justo é aquele que cabe de forma irrepreensível em algum espaço. A justiça só se faz com equilíbrio. E  aí é que está, cadê o equilíbrio entre tudo que compõe o mundo que vivemos. 

Tenho certeza que, se todos que lerem esta mensagem - mesmo que discordem dela em algum ponto (ou até no todo) - e incrementarem a ela seus pontos de vista positivos, que possam acrescentar alguns outros quesitos que venham a melhorar a vida em conjunto, que é que vivemos, poderemos começar a ter um lugar melhor para viver. Seja em nossa família, nossa rua, bairro, cidade, município, estado, país e planeta.  

Ser mais participativo e contribuir com boas ideias, semear novos e resgatar antigos ideais que possam ser readaptados à nova realidade, semear a cortesia em detrimento à discórdia. Plantar otimismo ao invés de apenas desejar votos efêmeros de vários sentimentos nobres. Buscar maneiras de melhorar a nossa saúde e das pessoas que estão próximas da gente e não apenas se lembrar desta saúde quando esta vem a combalir.

Enfim, executar a cidadania de maneira profícua, efetiva e honesta, para que a sabedoria de cada um possa acrescentar pontos positivos a fim de que as soluções surjam, atuem e resolvam nosso problemas e mazelas. 

Não sou dono da verdade, ao contrário, me julgo bastante até omisso em vista àquilo que julgo certo para um cidadão fazer em prol da comunidade em que vivo. Uma pequena diferença, em quase todos os dias dos quase 10 anos (desde 5 de fevereiro de 2007) que atuo como radialista e blogueiro, busco levar informação e ajudar a sociedade. Portanto, quero humilde e sinceramente agradecer a todos que de alguma forma ajudam ou ajudaram para que este trabalho continue a ser realizado. 

E peço a Deus para que nós tenhamos cada vez mais a consciência tranquila de que fizemos do mundo que Ele criou e, para o qual, enviou seu filho Unigênito Jesus Cristo para nos iluminar, trazendo todo Seu amor, justiça, verdade, perdão, fraternidade e sabedoria, para que este planeta e todos que nele vivem sejam mais respeitados. 

Deus abençoe  a todos e permite que tenhamos resignação suficiente para que sejamos felizes a maior parte dos próximos 365 dias. OBRIGADO SENHOR!

Assinado: André Luís Freire Gomes - Radialista, jornalista, blogueiro e cidadão angustiado.




Um comentário:

  1. Caro cidadão angustiado. No caso do nosso país (e do nosso povo também, é ou não é?), só Deus pra dar um jeito mesmo. Estou falando DEUS e não a igreja, que fique bem claro.
    VEJA UMA DAS PROMESSAS DO SENHOR:

    2 Crônicas 7:14

    E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.

    ResponderExcluir

Identidade Visual

Identidade Visual