expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Fazenda Santa Regina

Fazenda Santa Regina
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR!
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

Rações NASKASA

Rações NASKASA

ALPHA TRANSITO - Recursos de Multas

Ótica Piedade

Ótica Piedade
Curta nossa página no Facebook

Clinica Stima

Clinica Stima

Jet Motors, certeza da melhor compra!

Jet Motors, certeza da melhor compra!
CLIQUE NA IMAGEM PARA CONFERIR!

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Trabalhador rural vai pra cadeia após "quebrar" a casa da ex-esposa e se machucar

Um trabalhador rural de 46 anos de idade foi preso pela Polícia Militar após quebrar "tudo" na casa da ex-mulher e ameaçá-la de morte. Os fatos se deram na manhã desta segunda-feira (9), no bairro Miguel Russo. O homem se feriu em seu acesso de raiva. 

De acordo com informações obtidas junto aos Cabos Gianon e Azevedo, responsáveis pela ocorrência, por volta das 8h15min eles chegaram à casa da vítima, uma mulher de 38 anos de idade, a qual lhes contou que seu ex-marido chegou em sua casa bastante nervoso, inconformado com a separação do casal.

O trabalhador rural de 46 anos - que reside no bairro Reducino - dizia amar sua ex-esposa, mas, que a mataria caso não voltassem a viver maritalmente com ela. Em seu surto de amor, o indivíduo passou a quebrar vários objetos, utensílios e vidros da moradia. No torpor de sua revolta o homem acabou se cortando no braço, na cabeça e teve outras escoriações superficiais pelo corpo. 

Uma filha do casal testemunhou toda a violência praticada pelo pai. O agressor estava no local, foi socorrido por uma equipe da Santa Casa de Misericórdia de Piedade onde recebeu os devidos cuidados médicos e foi liberado. Após a alta hospitalar o trabalhador rural foi conduzido à Delegacia de Polícia pelos Cabos Gianon e Azevedo. Ao tomar ciência do ocorrido o Delegado Dr. Oscar Garcia Machado Júnior determinou que o indivíduo fosse indiciado com base na Lei Maria da Penha, por danos e ameaça. 

Até o momento da publicação desta matéria (17h10min), a ocorrência estava em andamento na Delegacia de Polícia de Piedade. O réu será transferido para uma unidade prisional da região, visto que a somatória das penas a ele imputadas não permite que seja arbitrada fiança. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário