expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!
Prestigiar o comércio local é valorizar a si mesmo

Casa de Rações NASKASA

Casa de Rações  NASKASA

Residencial Piemont - O único condomínio fechado da cidade

ALPHA TRANSITO - Recursos de Multas

Nossa Ótica

Nossa Ótica
Qualidade sempre!

JET MOTORS - Confira as condições especiais para produtores rurais e empresas

JET MOTORS - Confira as condições especiais para produtores rurais e empresas
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR!

Clinica Stima

Clinica Stima

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Trabalhador rural vai pra cadeia após "quebrar" a casa da ex-esposa e se machucar

Um trabalhador rural de 46 anos de idade foi preso pela Polícia Militar após quebrar "tudo" na casa da ex-mulher e ameaçá-la de morte. Os fatos se deram na manhã desta segunda-feira (9), no bairro Miguel Russo. O homem se feriu em seu acesso de raiva. 

De acordo com informações obtidas junto aos Cabos Gianon e Azevedo, responsáveis pela ocorrência, por volta das 8h15min eles chegaram à casa da vítima, uma mulher de 38 anos de idade, a qual lhes contou que seu ex-marido chegou em sua casa bastante nervoso, inconformado com a separação do casal.

O trabalhador rural de 46 anos - que reside no bairro Reducino - dizia amar sua ex-esposa, mas, que a mataria caso não voltassem a viver maritalmente com ela. Em seu surto de amor, o indivíduo passou a quebrar vários objetos, utensílios e vidros da moradia. No torpor de sua revolta o homem acabou se cortando no braço, na cabeça e teve outras escoriações superficiais pelo corpo. 

Uma filha do casal testemunhou toda a violência praticada pelo pai. O agressor estava no local, foi socorrido por uma equipe da Santa Casa de Misericórdia de Piedade onde recebeu os devidos cuidados médicos e foi liberado. Após a alta hospitalar o trabalhador rural foi conduzido à Delegacia de Polícia pelos Cabos Gianon e Azevedo. Ao tomar ciência do ocorrido o Delegado Dr. Oscar Garcia Machado Júnior determinou que o indivíduo fosse indiciado com base na Lei Maria da Penha, por danos e ameaça. 

Até o momento da publicação desta matéria (17h10min), a ocorrência estava em andamento na Delegacia de Polícia de Piedade. O réu será transferido para uma unidade prisional da região, visto que a somatória das penas a ele imputadas não permite que seja arbitrada fiança. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário