expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!
Prestigiar o comércio local é valorizar a si mesmo

Casa de Rações NASKASA

Casa de Rações  NASKASA

ALPHA TRANSITO - Recursos de Multas

Nossa Ótica

Nossa Ótica
Qualidade sempre!

Clinica Stima

Clinica Stima

JET MOTORS - Confiança no melhor negócio!

JET MOTORS - Confiança no melhor negócio!
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR!

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Polícia Militar de Ibiúna prende acusado de participação em latrocínio

PMs chegam à delegacia
com o acusado
Foto: Polícia Militar
Um homem de 28 anos de idade acusado de participação no latrocínio (roubo seguido de morte) do gerente de um posto de combustíveis em Ibiúna foi preso pela Polícia Militar daquela cidade na tarde desta terça-feira (17). Outros quatro integrantes da quadrilha já haviam sido presos pela Polícia Civil.


Duas equipes da PM, com o Sargento Nilton, Cabo Marco José e os Soldados Guedes. Almeida e Rodrigues foram averiguar denúncia de que  F.R.F., 28 anos, estaria em sua casa no bairro Paiol Pequeno, zona rural de Ibiúna. O indivíduo era procurado pela justiça por participação no assassinato do gerente de um posto de combustíveis do bairro Canguera, São Roque, crime ocorrido na noite de 16 de julho de 2016. O gerente foi morto com três tiros. O corpo foi encontrado às 15h30min do dia seguinte ao assalto, no quilômetro 17 da estrada do Verava, Ibiúna.

Os policiais efetuaram um cerco ao local e encontraram F. escondido na laje da moradia ainda em construção. Contra ele havia um mandado de prisão preventiva (sem prazo determinado de duração). O suspeito foi conduzido à Delegacia de Polícia de Ibiúna e depois seria transferido para uma unidade prisional da região. Segundo a Polícia Civil F.R.F. é o quinto integrante do bando que atuou no assalto que resultou na morte do gerente.

O crime - Por volta das 22 horas daquele sábado (16), o gerente e sua esposa tiveram o Corsa em que estavam cercado por outro veículo, dois homens, um deles armado com revólver, desceram do automóvel, forçaram as vítima a sentarem no banco traseiro e seguiram para um local ignorado. Depois de roubarem uma pequena quantia em dinheiro, cartões bancários, celulares, os marginais exigiram que o funcionário do posto de combustíveis entregasse as chaves do cofre do estabelecimento. A vítima assim o fez.

Os ladrões conversavam com alguém ao telefone. Passado algum tempo, o qual a mulher não soube especificar, os meliantes disseram que tudo tinha dado certo, mas, ainda assim retiraram o gerente do seu carro e logo em seguida a esposa dele ouviu três estampidos dos tiros disparados em seu marido. Após rodarem cerca de 20 minutos os bandidos a abandonaram num local desconhecido. A vítima caminhou por um longo tempo até que avistou uma casa e pediu socorro. Foi então que a Polícia Militar foi acionada. O Corsa do casal foi encontrado totalmente queimado na estrada do Verava, Ibiúna. O corpo do gerente só foi localizado no domingo (17/07) no km. 17 daquela mesma vicinal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário