expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Fazenda Santa Regina

Fazenda Santa Regina
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR!
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

Rações NASKASA

Rações NASKASA

ALPHA TRANSITO - Recursos de Multas

Ótica Piedade

Ótica Piedade
Curta nossa página no Facebook

Clinica Stima

Clinica Stima

Jet Motors, certeza da melhor compra!

Jet Motors, certeza da melhor compra!
CLIQUE NA IMAGEM PARA CONFERIR!

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Condenado por três crimes que estava foragido é capturado pela Polícia Militar no Butuca

Policiais Militares capturaram o foragido quando estesaía de sua casa
Foto: BDP
Um foragido da justiça condenado por roubo, furto e lesão corporal, foi preso pela Polícia Militar na manhã desta quinta-feira (9), no bairro Butuca.

Segundo informado pela Polícia Militar, por volta das 9h30min da quinta-feira, em patrulhamento pela rua Nilda Leite Soares, o Cabo Dias e o Soldado Cattani se depararam com Rodrigo Gonçalves da Veira, 37 anos, figura bastante conhecida nos meios policiais. Os militares sabiam que o indivíduo era considerado procurado pela justiça, pois, que cumpria pena na Penitenciária de Itirapina, interior de São Paulo, saiu no indulto de Natal e não retornou ao presídio.

Rodrigo desrespeitou
o benefício do indulto
Foto: BDP
Rodrigo, que possui uma extensa e variada ficha criminal e está condenado por infringir os artigos 129 (lesão corporal), 155 (furto) e 157 (roubo), foi abordado, revistado, nada de ilícito foi encontrado com ele, porém, devido à sua pendência judicial foi conduzido à Delegacia de Polícia de Piedade, e depois seria transferido pela Polícia Civil para uma unidade prisional da região. Rodrigo havia sido preso pela última vez há pouco mais de um ano após tentar arrombar com enxadadas a casa de sua irmã.

Um comentário:

  1. Eu sei que é muito difícil fazer um político trabalhar mas não daria tanto trabalho assim fazer um projeto de lei determinando que todo apenado cumprisse a sua pena de modo contínuo salvo as ininterrupções previstas pela lei; como esses tais indultos de todo tipo. Se o sujeito não voltasse no dia marcado, ou empreendesse fuga da prisão, sua pena voltaria ao marco zero. Teria que cumpri-la toda novamente. Isso desencorajaria a fuga daquele detento que estaria no fim do tempo da sua prisão; ou faria, por precaução, o indultado querer voltar um dia antes pra cela.

    ResponderExcluir