expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!
Prestigiar o comércio local é valorizar a si mesmo

COISAS DA FABY

Casa de Rações NASKASA

Casa de Rações  NASKASA
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

Na JET MOTORS você tem a certeza do melhor negócio!

Na JET MOTORS você tem a certeza do melhor negócio!
Consulte também os planos de consórcio

ALPHA TRANSITO - Recursos de Multas

Nossa Ótica

Nossa Ótica
Qualidade sempre!

UAC INFORMÁTICA - Soluções para você e sua empresa

terça-feira, 7 de março de 2017

Homem é preso acusado de agredir a mulher após incêndio na casa onde moravam

Apenas as paredes da moradia resistiram às chamas
Foto: Bom Dia Piedade
Um homem de 32 anos de idade, com antecedentes criminais de furto e receptação, foi preso pela Polícia Militar na tarde desta segunda-feira (6), ao ser acusado de agredir sua companheira após a moradia do casal ter sido destruída por um incêndio. 

Às 16h41min desta segunda-feira (6), Cabo Gianon, Soldados Rafael e Teixeira foram acionados para averiguar informação passada pelo telefone 190 ao COPOM (Centro de Operação da Polícia Militar) de que uma casa na rua 18 do bairro Ciríaco tinha sido consumida pelo fogo. Inicialmente os policiais confirmaram a informação sobre o incêndio e que as chamas tinham sido contidas pela ação de vizinhos e por agentes da Defesa Civil de Piedade. 

Apesar das paredes estarem praticamente intactas tudo que havia dentro da humilde moradia, bem com o telhado tinham sido destruídos. O casal que ali residia ainda estava no local,. A mulher de 44 anos disse aos policiais que havia sido agredida por seu companheiro depois que a filha dela tinha esquecido uma panela no fogão, o que teria dado início às chamas que se propagaram pelo imóvel. 
Foto: Bom Dia Piedade

Revoltado com o ocorrido M.R.R., 32 anos, teria agredido a esposa, culpando-a de ter provocado o incêndio em represália às constantes brigas entre o casal. Uma testemunha confirmou a agressão à mulher. Ao questionarem o suspeito sobre as acusações ele negou e ainda passou a ofender, desafiar e teria tentado agredir os Policiais Militares, que tiveram que contê-lo.

Após ser detido M.R,.R. foi conduzido à Delegacia de Polícia de Piedade onde foi constatado que possui antecedentes criminais por furto e receptação. Após ouvidas as partes envolvidas no episódio o Delegado Dr. Milton Andreolli determinou que o acusado fosse indiciado por violência doméstica, lesão corporal e desacato. A autoridade policial arbitrou fiança de R$ 3 mil, a qual não foi paga e o réu foi transferido para uma unidade prisional da região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário