expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!
Prestigiar o comércio local é valorizar a si mesmo

Casa de Rações NASKASA

Casa de Rações  NASKASA

ALPHA TRANSITO - Recursos de Multas

Nossa Ótica

Nossa Ótica
Qualidade sempre!

Clinica Stima

Clinica Stima

JET MOTORS - Confiança no melhor negócio!

JET MOTORS - Confiança no melhor negócio!
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR!

sexta-feira, 10 de março de 2017

Motoqueiro causa acidente, fere casal e foge do local sem ajudar às vítimas

Vítimas foram atendidas na 
Santa Casa local e liberadas
Foto: Arquivo BDP
Um casal ficou ferido numa colisão entre duas motos na avenida marginal direita do Rio Pirapora na noite desta quinta-feira (9). O motoqueiro que provocou o acidente fugiu do local sem prestar socorro às vítimas.

De acordo com o constatado no local pelos Policiais Militares Sub-Tenente Machado, Soldados Cattani e Campanholi, o acidente se deu por volta das 22h20min da quinta-feira. Um agricultor de 26 anos de idade conduzia a Honda NXR150 Bros 2003 preta pela Avenida Leonel Ribeiro Paiva (sentido bairro) e trazia à garupa sua esposa (23 anos). Em dado momento um motoqueiro que trafegava do lado direito do casal e trazia um rapaz na sua garupa efetuou uma manobra proibida para entrar na rua José Batista  e atravessou a frente da outra moto, vindo a provocar a queda de marido e mulher após o leve choque entre os dois veículos.

O garupeiro do veículo que causou o acidente pulou da moto e não se feriu. Enquanto o seu "amigo" que conduzia a Honda CG-125 Titan KS 1993 azul fugiu do local sem prestar auxílio às vítimas, as quais foram socorridas pela equipe do SAMU com ferimentos leves à Santa Casa e Misericórdia de Piedade. O agricultor sofreu escoriações e um corte no braço direito, já sua esposa teve lesões sem gravidade na perna e no braço direito. Ambos receeram os devidos cuidados médicos e foram liberados.

O garupeiro (16 anos) que havia pulado da moto após a batida disse que conhecia o motoqueiro apenas pelo primeiro nome (G.), residente no bairro dos Pintos e que teria pego uma carona com ele. O rapaz contou ainda que seu amigo teria apenas 17 anos de idade e tinha adquirido a moto recentemente. O casal vitimado no acidente não quis ir à Delegacia de Polícia prestar queixa do ocorrido, o que deverá ser feito posteriormente. A motocicleta em que estavam foi liberada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário