expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!
Prestigiar o comércio local é valorizar a si mesmo

Santa Rosa

Casa de Rações NASKASA

Casa de Rações  NASKASA

ALPHA TRANSITO - Recursos de Multas

Nossa Ótica

Nossa Ótica
Qualidade sempre!

Clinica Stima

Clinica Stima

JET MOTORS - LIFAN

JET MOTORS - LIFAN
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Adolescente usuário de drogas é apreendido pela Polícia Militar após ameaçar sua família

Um adolescente de 16 anos viciado em drogas foi apreendido pela Polícia Militar e encaminhado à Fundação Casa após ameaçar a família com uma faca e manter sua irmã num quarto da casa onde residem. A eficiente ação dos policiais evitou que algo bem mais grave pudesse acontecer, pois, que o rapaz estava muito alterado e a garotinha de 10 anos de idade teve que ser retirada pela janela por um dos militares.


A traumática situação vivida pela família residente no centro da cidade se deu no início da noite desta quarta-feira (24). Não divulgaremos a rua onde seu deu o caso para não expor ainda mais esta família que viveu momentos terríveis, e estava em estado de choque com tudo que vêm vivendo.

De acordo com informações obtidas junto às autoridades policiais, por volta das 19h30min os Policiais Militares Sub- Tenente Machado, Cabo Dias e Soldado Campanholi foram averiguar uma chamada feita pelo 190 que dava conta de uma confusão familiar numa casa no centro de Piedade. 

Ao chegarem no endereço indicado, os Policiais Militares viram o adolescente empunhando uma faca e a ponta de uma outra arma branca na porta de entrada da residência impedindo que sua mãe e sua irmã de 21 anos de idade saíssem do móvel. Após uma breve negociação, agindo com muita cautela e perícia, os policiais conseguiram retirar as duas mulheres de dentro da casa. Porém, em um dos quartos estava 'presa' a irmã mais nova do garoto de 16 anos de idade. Desesperada, a mãe do rapaz contou que o filho é viciado em drogas e ele surtou quando ela o impediu de sair da residência, porque ele estava sob forte efeito de substâncias entorpecentes. Foi quando ele pegou a faca e passou a ameaçar sua família. 

Os PMs passaram a conversar com o adolescente para que ele liberasse sua irmãzinha, mas, o jovem mostrava-se irredutível e reiterou as ameaças de morte que vinha fazendo. O rapaz tentava fechar a porta, contudo, o Sub-Tenente Machado o impedia com um dos pés junto ao batente da porta e com isto prendia a atenção do jovem. Neste ínterim o Cabo Dias pulou um muro do imóvel conseguiu retirar a menina do quarto. Já haviam se passado cerca de 30 minutos de muita tensão.

Com a criança salva os policiais empurraram a porta e como o rapaz estava fora de si, o Soldado Campanholi fez uso do gás de pimenta contra o rosto do adolescente, para então imobilizá-lo. Foi necessário algemas no garoto para colocá-lo na viatura da PM.

O jovem foi levado à Santa Casa de Misericórdia de Piedade onde foi examinado, recebeu os devidos cuidados médicos e atestado que não havia nenhuma lesão em seu corpo. Posteriormente ele foi conduzido à Delegacia de Polícia, onde o Delegado Dr. Milton Andreolli determinou que fosse elaborado o boletim de ocorrência do ato infracional de cárcere privado e ameaça e o adolescente apreendido transferido para a Fundação Casa de Sorocaba. A mãe do rapaz teve que ser submetida a atendimento médico devido ao seu estado emocional em razão do terrível drama que vem vivendo. 

2 comentários:

  1. essa historia esta muito mal contada. Vocês não reconhecem a verdeira situação do cara
    Sua família o odiava .Ele nunca recebeu amor .Nos momentos que ele mais precisava sua famila virou as costas. E ele não E viciado em nenhum tipo de droga

    ResponderExcluir
  2. Isso está muito mal contado, pois o garoto vinha sendo desprezado pela família, não tendo assim até lugar para morar, o garoto não era aceito pelos familiares, muitos julgam a história dele, mas ninguém viu e nem vivenciou o que o garoto estava passando. A família o virou as costas, a mãe não o queria dentro de casa e o pai nem falava com ele. O menino via sua família dando amor aos outros e virando sempre as costas pra ele, nos momentos em que o menino mais precisou o mundo não o ajudou, tendo assim ele a responsabilidade de viver sozinho em um mundo que ninguém ajuda, mas todos julgam.
    Força meu amigo, estarei sempre contigo, pois só quem sabe da sua história entende o que você passa. Pode contar comigo!

    ResponderExcluir