expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Fazenda Santa Regina

Fazenda Santa Regina
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR!
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

Rações NASKASA

Rações NASKASA

ALPHA TRANSITO - Recursos de Multas

Ótica Piedade

Ótica Piedade
Curta nossa página no Facebook

Clinica Stima

Clinica Stima

Jet Motors, certeza da melhor compra!

Jet Motors, certeza da melhor compra!
CLIQUE NA IMAGEM PARA CONFERIR!

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Mulher grávida procurada pela justiça é presa pela Polícia Militar

Justiça expediu mandado de prisão
em setembro de 2016 contra a mulher
que está grávida de quatro meses
Foto: Bom Dia Piedade
Uma ocorrência pra lá de inusitada foi registrada ao final da tarde da terça-feira (18). Uma mulher de 27 anos, que teria alegado estar em trabalho de parto, mas, que na verdade está apenas no quarto mês de gestação e pediu auxílio da Polícia Militar. A procurada foi presa após passar por atendimento médico, pois está condenada pela Justiça por furto.

A ocorrência teve início por volta das 17h30min. Os Soldados Teixeira e Letícia foram acionados para prestar auxílio a uma mulher que estaria em trabalho de parto. Os policiais seguiram imediatamente para o local indicado, porém, ao chegarem souberam que a solicitante estava grávida de quatro meses, mas estava passando mal. De pronto os PMs colocaram a mulher na viatura para socorrê-la e a trouxeram para a Santa Casa de Misericórdia de Piedade a fim de que ela recebesse os cuidados médicos necessários.

Enquanto a paciente recebia atendimento médico, como é de praxe em qualquer ocorrência, os policiais efetuaram a consulta do nome dela junto aos arquivos judiciais e receberam a informação de que havia uma mandado de prisão contra a mulher, que está condenada a dois anos por furto (artigo 155 do Código Penal), pena esta a ser cumprida em regime aberto, porém, a condenada não cumpriu com suas obrigações perante a Justiça para poder continuar usufruindo à pena que lhe foi imposta. 

Depois que a paciente recebeu o devido atendimento e alta hospitalar, ela foi conduzida à Delegacia de Polícia de Piedade e depois transferida pela Polícia Civil para Sorocaba onde seria submetida a audiência de custódia.



Nenhum comentário:

Postar um comentário