expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>
Contato: piedadenoticias@hotmail.com

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!

AQUI EU MORO, AQUI EU COMPRO. SÃO 7 MOTOS!
Prestigiar o comércio local é valorizar a si mesmo

Santa Rosa

Casa de Rações NASKASA

Casa de Rações  NASKASA

ALPHA TRANSITO - Recursos de Multas

Nossa Ótica

Nossa Ótica
Qualidade sempre!

Clinica Stima

Clinica Stima

JET MOTORS - LIFAN

JET MOTORS - LIFAN
CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR

terça-feira, 1 de agosto de 2017

“Aproveitamento Energético de Resíduos Sólidos” é tema de reunião do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Sorocaba

Políticos da região buscam em conjunto soluções para os 
problemas comuns aos municípios integrantes da RMS
A 10ª reunião ordinária do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), realizada no dia 31 de julho, Teatro “Procópio Ferreira”, do Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos”, na cidade de Tatuí.

Participaram do encontro prefeitos e representantes das cidades de Tatuí, Sorocaba, Itu, Piedade, Araçoiaba da Serra, Boituva, Capela do Alto, Cerquilho, Cesário Lange, Ibiúna, Iperó, Jumirim, Sarapuí, Tietê, Pilar do Sul, Salto de Pirapora, e São Miguel Arcanjo, Itapeva, Votorantim, Mairinque, Salto, São Roque, além profissionais, técnicos e assessores do Governo do Estado de São Paulo. Vice- presidente do Conselho, o prefeito de Piedade representou o município no encontro.

A reunião debateu o tema “Aproveitamento Energético de Resíduos Sólidos”, que contou com a apresentação do assessor técnico da Empresa Paulista de Desenvolvimento Metropolitano (Emplasa), que pontuou a disposição do Governo do Estado de São Paulo em investir na exploração das bacias de gases do litoral paulista para a obtenção de autonomia energética com a perspectiva de nova utilização após a exaustão das reservas em alguns anos. O assessor também apresentou um planejamento prévio para a interligação do gasoduto paulista à 66 produtores canavieiros do Estado, que poderiam produzir biocombustível a partir do processamento dos resíduos do seu processo industrial. Ainda foram ressaltados os pontos para a política energética a ser desenvolvida de forma conjunta na região.

Sozinho um município pequeno não gera a demanda necessária para a implantação de uma tecnologia mais avançada; é preciso formar consórcios que podem dar uma solução coletiva ao resíduo, transformar o que é problema em dinheiro, mas para isso a região precisa seguir os eixos de, primeiro; não gerar, se gerar, reduzir, depois reutilizar, reciclar e só por fim tratar, considerando as possibilidades tecnológicas do tratamento mecânico, o bioquímico, ou térmico, com a instalação de unidades de recuperação energética, que é o que temos de mais avançado no mundo desde que o resíduo seja homogêneo”, destacou o assessor técnico da Emplasa.

Técnicos da Empresa Paulista de Desenvolvimento Metropolitano apresentaram os avanços conseguidos nas reuniões anteriores do Conselho da Reunião Metropolitana e a formação de grupos temáticos para a discussão dos problemas da região, bem como a elaboração de propostas que possam ser trabalhadas no âmbito da região de forma conjunta e consensual. Ouvir a sociedade e os municípios é uma das etapas para a composição do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI) da Região Metropolitana de Sorocaba.

No encontro, Piedade estava representada também pela Diretoria de Agricultura, Helô Helena Favara. A próxima reunião do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Sorocaba será no dia 18 de setembro, em Itapetininga, tendo como tema principal as questões da saúde nos municípios da região.


Fonte: Assessoria de Comunicação - Prefeitura de Piedade


Nenhum comentário:

Postar um comentário